Treinar o cérebro para mais e melhor

design desk display eyewear
Foto por energepic.com em Pexels.com

Há dias em que nos sentimos mais cansados, tanto por causa de trabalho ou de problemas pessoais. O que podemos fazer para que o nosso cérebro funcione melhor e não estejamos tão focados no lado negativo das coisas? Quando o nosso cérebro está cansado, temos a tendência de nos desligarmos facilmente. Distraímos-nos facilmente e a nossa mente não fica tão ágil a resolver problemas.

O cansaço mental pode manifestar-se de diferentes formas: através do cansaço físico, ao fim do dia, só nos apetece ficar deitados no sofá a relaxar e não pensar em mais nada, pois, mesmo que estejamos sentados à secretária o dia inteiro, o nosso corpo sentir-se-à exausto e sem energia. A impaciência e irritabilidade também são sinais de cansaço mental, como ficar irritado com uma coisa mínima. Quem está exausto mentalmente é incapaz de se concentrar, o que se traduz em ser mais difícil acabar trabalhos ou tarefas, e até tomar decisões. Todos os dias enfrentamos desafios e tomamos decisões. No fim do dia, o que nos resta? Pouca energia mental e cansaço físico. Isto leva-nos que, depois, tomemos decisões precipitadas ou erradas, e acabemos por preferir ir dormir do que fazer alguma coisa produtiva. Para evitar isto devemos ter algumas decisões já pré-definidas como, por exemplo, ter o jantar já preparado para os dias mais stressantes, de modo a que não tenhamos que fazer grande esforço mental para decidir aquilo que vamos cozinhar. Uma forma de evitarmos a fadiga mental é, também, fazer escolhas saudáveis no que toca a alimentação. Depois de um dia cansativo, pode surgir a vontade de comer algo calórico, pois procuramos mais calorias e por sentirmos o corpo cansado também. No entanto, temos que saber escolher, pois a alimentação tem um papel importante na saúde do nosso cérebro.

Ao estarmos constantemente embrenhados no trabalho, muitas vezes esquecemo-nos de  fazer uma pausa ou de fazer as refeições a horas. Devemos sempre tirar pelo menos uns minutos de duas em duas horas para esticar as pernas (se for o caso de trabalharem em frente ao computador) e estar atentos quanto à hora das refeições. Façam pausas, olhem pela janela, dêem um passeio. Fará-nos distrair um pouco e permitir-nos-à voltar ao trabalho com outro ânimo. É importante que também depois do trabalho façamos caminhadas, de modo a libertar o stress acumulado. Na hora de dormir, deixem o trabalho de lado. Quando voltarem, ele ainda estará lá. Concentrem-se em dormir bem, pelo menos oito horas por dia.

É importante também exercitar o cérebro, em forma de passatempo. Tanto pode ser a fazer palavras cruzadas, como sudoku. É uma forma de manter o nosso cérebro relaxado e, ao mesmo tempo, exercitá-lo. Também é importante que façamos coisas de que gostamos, após sair do trabalho. Ler um livro, ouvir música ou ver um filme são boas opções. É essencial percebermos que o trabalho não é tudo na vida e que não devemos viver para ele. Primeiro está o nosso bem-estar, físico e mental. Por isso, procurem tirar alguns momentos para si e para relaxar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s